blog

Cinco dicas para remover barreiras à inovação

Cinco dicas para remover barreiras à inovação

Se manter competitivo em um mercado com tanta concorrência deveria ser o principal motivo para que empresas, de pequeno, médio ou grande porte, investissem em inovação e motivassem seus funcionários a terem uma mentalidade inovadora. 

 

Para se ter uma ideia, um estudo feito pelo Sebrae, a partir do acompanhamento de quase 5 mil empresas que introduziram inovação e melhorias no processo de gestão, mostrou que, em média, esses negócios tiveram um aumento de 52% de produtividade e um incremento de 18% no faturamento. 

 

De acordo com os dados apurados pelo Sebrae, a melhoria de produtividade foi verificada em 56% dos negócios analisados, com destaque para o setor da indústria (77%), seguido pelos negócios de serviços (57%) e do comércio (39%).

 

Só esses números já deveriam ser suficientes para convencer qualquer gestão e funcionário em olhar para inovação. No entanto, sabemos que muitas vezes existem barreiras que são difíceis de transpor. O assunto é tão recorrente que já virou tema de livro. Na publicação, “Innovation and Its Enemies: Why People Resist New Technologies” [Inovação e Seus Inimigos: por que as pessoas resistem às novas tecnologias, na tradução livre], publicado em 2016, do professor da Universidade de Harvard Calestous Juma, ele explorou este fenômeno de resistência à inovação. 

 

 

Em seu estudo, Juma chegou à conclusão de que as pessoas não temem a inovação simplesmente por se tratar de novas ideais, mas sim pela possibilidade de perder uma parte de suas identidades ou estilos de vida, podendo separar as pessoas da natureza ou de seu senso de propósito. Mesmo que com ela venham impactos positivos. 

 

O professor aponta que muitas vezes as mesmas pessoas que seriam beneficiadas pela tecnologia acabam se opondo a ela. Ele conta que frases como: “Não é momento…”; “ninguém inova em nosso segmento”; “nosso time não está preparado” são frequentemente ouvidas em empresas. No entanto, ele argumenta que essas mesmas frases deveriam servir para motivar um movimento de inovação. 

 

De todo modo, sabemos que mudar essa mentalidade pode levar tempo e vamos te ajudar aqui nesse artigo a como remover barreiras à inovação dentro. Mas primeiro vale entender quais as principais razões que criam essas resistências à inovação e depois seguir dicas de de como remover essas barreiras.  

Veja cinco dicas:

  • Falta de compreensão sobre a importância da inovação – Quando isso acontece, é importante explicar para o seu time o que é inovação. Parece óbvio, mas muita gente não sabe de fato como funciona dentro das corporações. Além disso, mostrar que a prática ajuda nos processos no dia a dia, bem como nos resultados diretos do trabalho do time. Isso pode ajudar a gerar engajamento da equipe; 

 

  • A viabilização financeira do projeto – Isso é muito comum. Pois no geral a gestão olha só para o gasto e não consegue ver que aquele investimento pode na verdade ajudar a aumentar o faturamento da empresa. Com isso, vale apresentar estudo estatísticos, além de dados e pesquisas de como a solução apresentada trará benefícios para o negócio; 

 

  • Cultura não voltada à inovação – Para criar ou fortalecer a cultura da inovação é necessário oferecer um ambiente onde as pessoas se sintam confortáveis a dar ideias e oferecer soluções que muitas vezes não são habituais naquele ambiente. Isso porque o profissional quando entende que tem espaço para o novo, também se abre mais para ouvir e aprender com novas soluções;  

  

  • Excesso de burocracia – Melhorar a gestão, organização e controle de processos são as razões para adoção de burocracia. No entanto, o excesso dela por fazer com que as empresas demorem muito tempo para implementar alguma solução nova. E com isso, quem perde são os processos inovadores; 

 

  • Liderança ou área de inovação – Como já vimos ao longo do texto, começar o início do processo de inovação pode encontrar algumas barreiras dentro das empresas. No entanto, uma área ou ainda uma pessoa que fique responsável por essa área pode ajudar a implementar uma cultura voltada à inovação, justificar o gasto financeiro e mostrar como pode impactar nos resultados e entender as áreas por onde pode começar algumas ações; 

 

As iniciativas ligadas à inovação podem apresentar resultados a curto prazo quando as soluções têm relação com gestão de time e produtividade, por exemplo. Contudo, os benefícios a longo prazo são ainda mais representativos quando se olha para o todos, pois a empresa ganha valor de mercado, pois mostra que é inovadora. Fica à frente de tendências, mantém a equipe motivada, aumenta a eficiência e tem maior retorno sobre investimento.

 

Calculadora de desperdício

 

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook

Calculadora de Desperdícios

Descubra quantos milhares de reais sua empresa perde com desperdícios.

Cases de Sucesso

Diversas marcas e empresas já se beneficiaram de nossa plataforma. Conheça casos reais que Novidá atuou.

Gostou do conteúdo?

Cadastre-se em nossa newsletter

Siga-nos nas
redes sociais

Veja também

error: Conteúdo protegido!
Queremos ajudar sua empresa

Fale Conosco

Endereço

CUBO – Alameda Vicente Pinzon, 54 – Vila Olimpia
São Paulo / SP / Brasil