blog

A importância da manutenibilidade e da Gestão da Manutenção

A importância da manutenibilidade e da Gestão da Manutenção

Manutenibilidade ou também conhecida como manutenabilidade são termos que simbolizam o indicador que descreve a disponibilidade das máquinas e o nível de qualidade da manutenção. Ter uma visão clara do andamento da produção depende bastante de conhecimentos que podem ser aplicados no dia a dia do negócio e potencializam os indicadores de produtividade.

A manutenibilidade é tão importante para um cenário industrial que existe inclusive uma Norma Técnica específica para essa finalidade, a NBR 5462 e que entra em pontos como os conceitos e referências para a aplicação. Com a evolução da indústria, aplicação de tecnologia e uma preocupação maior com a eficiência da produção, é importante entender o que impacta de forma positiva e negativa os indicadores do negócio. 

Continue acompanhando a nossa publicação e saiba um pouco mais sobre o que é a manutenibilidade, sua importância e algumas aplicações práticas!

 

 

O que é a manutenibilidade? 

 

A manutenção é uma área muito importante para diversos setores, principalmente por indicar o bom funcionamento das máquinas e equipamentos que operam de forma direta ou indireta numa linha de produção. Ainda pode variar de acordo com três formas principais de aplicar a manutenção, como:

Todas as três formas envolvem procedimentos e instruções complexas, variando conforme o tipo de máquina ou equipamento e até a sua localização na planta industrial. E é aí que entra o conceito de manutenibilidade, que visa quantificar e gerenciar o nível de complexidade destes processos, visando sempre melhorar a eficiência e tornar o dia a dia do setor de manutenção mais simples.

Outra forma importante de entender o conceito de manutenibilidade é permitir uma dinâmica de melhoria contínua neste tipo de aplicação, principalmente quando aplicada de forma integrada à metodologia Lean Manufacturing. Assim, a gestão da manutenção garante que os processos sejam executados seguindo um padrão, garantindo a qualidade do trabalho.

 

A manutenibilidade e a NBR 5462

 

A aplicação deste conceito ganhou tamanha importância que existe até uma norma técnica brasileira específica, a NBR 5462. Esta faz uma referência ao conceito de manutenibilidade e relaciona com o desempenho do equipamento, subsistema, componente ou para o sistema inteiro.

A NBR 5462 conceitua a manutenibilidade como a capacidade de um item ser mantido ou recolocado nas condições iniciais, pronto para executar a suas funções. Assim, também define que os métodos e procedimentos devem ser bem construídos, garantindo todas as etapas para que o trabalho seja efetuado com qualidade e repetibilidade. Outro ponto importante é a classificação de acordo com o grau de facilidade que o sistema, máquina ou equipamento pode ter a sua manutenção executada.

 

Qual a importância da manutenibilidade? 

 

Um ponto importante para entender a relevância de se ter o grau de manutenibilidade bem definido para as máquinas e equipamentos de uma produção é na própria manutenção. Um equipamento que tem um cronograma de ações preventivas bem definido auxilia na continuidade da empresa e do negócio.

A manutenibilidade então permite uma simplificação da própria manutenção, reduzindo o tempo previsto para que a execução do serviço seja finalizada com êxito. Assim, otimiza-se o tempo de disponibilidade do equipamento, melhorando os indicadores de produtividade e reduzindo o downtime da máquina. 

Um ótimo exemplo é uma empresa que não tem esse tipo de indicador bem definido, deixando a cargo dos colaboradores o entendimento do processo. Se uma máquina parar ou tiver uma quebra inesperada, somente um trabalhador específico conhece a fundo o processo de troca de peças e retorno da operação.

Caso este colaborador não esteja no local neste momento, pode levar um tempo muito maior até que a tarefa seja executada com êxito, podendo inclusive causar perigo a outros colegas. E outro ponto importante é que o mesmo processo que poderia já ser melhorado ou otimizado passa a ficar estagnado, sem nenhum tipo de análise ou gerenciamento de risco na sua execução.

 

 

A manutenibilidade e a Gestão da Manutenção

 

A manutenibilidade é uma ótima forma de otimizar ainda mais os processos envolvidos em toda a manutenção industrial e é um dos pontos importantes para a Gestão da Manutenção. Os líderes e gestores conseguem visualizar com mais facilidade o estado atual do time e das atividades, medindo indicadores importantes para a produtividade do negócio.

 

Quais os impactos da aplicação da manutenibilidade e da gestão da manutenção?

 

Dentro da própria Gestão da Manutenção, a manutenibilidade é um dos pilares analisados juntamente com a disponibilidade do equipamento e confiabilidade do sistema. Outro impacto importante é entender o melhor momento para realizar a manutenção, levando em consideração indicadores como os custos envolvidos no processo e até o risco de executar o trabalho num momento específico.

  • Ao entender a confiabilidade, consegue-se visualizar o tempo ideal de funcionamento e a frequência de quebra do equipamento;
  • A disponibilidade permite visualizar o tempo de funcionamento do equipamento ao longo de um determinado período;
  • E a manutenibilidade permite quantificar o tempo de execução do serviço sob as condições e tempo estipulados pela gestão.

 

Pilares da manutenibilidade

 

Existem ainda alguns fatores importantes para que a manutenibilidade seja executada com êxito, principalmente ao padronizar e manter um referencial sobre as atividades.

  • O primeiro fator é o procedimento para documentar o passo a passo das ações repetitivas, sistemáticas e constantes dentro da manutenção. Riscos, detalhes, desenhos técnicos e exemplos práticos devem constar nesta etapa;
  • Outro fator é o desenvolvimento, indicando habilidades necessárias para os procedimentos. Um ótimo exemplo é uma atividade de solda, que exige um bom soldador;
  • O próximo procedimento é a informação que deve ser compartilhada e documentada, gerando as instruções de trabalho;
  • A antecipação também é um fator importante, uma vez que já existem os procedimentos, as habilidades e a informação para a execução do trabalho. Alguns cenários já podem ser previstos, permitindo a ação em prol da facilidade da manutenção;
  • O treinamento é mais um fator para manter a atividade bem executada, permitindo uma verificação constante das habilidades e criando bons hábitos para a cultura organizacional;
  • A repetição é o último fator, proporcionando uma cultura de melhoria contínua e continuidade na manutenção.

 

E como medir a manutenibilidade?

 

Este indicador demonstra quais são as tarefas, processos ou procedimentos que são mais simples ou mais complexos de serem executados. É útil quando se faz necessário elaborar os planos de manutenção ou quando é importante atingir uma maior otimização dos tempos de execução das atividades. Assim, existem algumas formas diferentes de medir a manutenibilidade de acordo com a NBR 5462.

  • A taxa de reparo instantânea, que pode indicar o andamento do tempo de reparo num determinado momento e a probabilidade do equipamento que está com alguma falha ser reparado num período de tempo indicado.
  • A taxa de reparo média que se relaciona com a taxa de reparo instantânea;
  • O tempo médio de reparo, ou o MTTR. Este indicador pode sim ser associado a manutenibilidade – se o tempo médio para reparo está alto, pode indicar um alto nível de dificuldade para execução. 

 

CTABlog_FCA_Cronoanálise

 

As aplicações da manutenibilidade

 

Uma ótima aplicação do indicador de manutenibilidade é na criação de uma rota interna para manutenção, entendendo cada um dos processos e mapeando-os de acordo com a sua complexidade. Outro ponto importante é aplicar esse indicador juntamente com um rastreamento em tempo real dos colaboradores, permitindo uma melhor definição da execução das tarefas. 

Outra aplicação importante da manutenibilidade é na geração de melhores indicadores de produtividade. Uma vez que esse indicador demonstra a complexidade das atividades, a sua diminuição ou execução de acordo com os prazos estipulados demonstra a qualidade do trabalho. E o corpo gerencial ainda pode ter uma visão do time e de cada colaborador.

 

Como a Novidá pode auxiliar na sua manutenibilidade?

 

A Novidá é um ótimo parceiro para entregar ainda mais inteligência e automatização à manutenibilidade da sua linha de produção, principalmente ao aplicar inovação e tecnologia. Ao combinar internet das coisas, um tracking de precisão e a inteligência artificial, permite que a supervisão dos times seja realizada com muito mais eficiência.

Com isso consegue-se visualizar a localização real de cada colaborador, além de um panorama de execução das suas atividades. Outros indicadores como duração da tarefa e tempo de deslocamento podem ser agregados ao monitoramento, permitindo uma visão geral da Gestão da Manutenção.

 

Saiba mais! 

 

A manutenibilidade é um ótimo indicador para entender o nível de complexidade das tarefas envolvidas no setor de manutenção, além de permitir um indicador importante para a Gestão de Manutenção. Ao unir a tecnologia e inovação, a Novidá é a parceira ideal para ter uma gestão eficiente e aumentar a produtividade.

Entre em contato conosco e saiba mais!

 

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook

Calculadora de Desperdícios

Descubra quantos milhares de reais sua empresa perde com desperdícios.

Cases de Sucesso

Diversas marcas e empresas já se beneficiaram de nossa plataforma. Conheça casos reais que Novidá atuou.

Gostou do conteúdo?

Cadastre-se em nossa newsletter

Siga-nos nas
redes sociais

Veja também

error: Conteúdo protegido!
Queremos ajudar sua empresa

Fale Conosco

Endereço

CUBO – Alameda Vicente Pinzon, 54 – Vila Olimpia
São Paulo / SP / Brasil