Novo Parada de Produção: Como gerenciar da melhor forma?
x

Queremos ajudar sua empresa

Fale conosco

  • Endereço

    CUBO - Alameda Vicente Pinzon, 54 - Vila Olimpia
    São Paulo / SP / Brasil

Blog

Parada de Produção: Como gerenciar da melhor forma?

Parada de Produção: Como gerenciar da melhor forma?

Qualquer linha de produção já passou por algum momento de falha que interrompeu toda a operação. A parada de produção não é algo raro de acontecer, principalmente em grandes indústrias, com um alto número de equipamentos e processos.

No entanto, gestores da área precisam saber lidar com essa situação da melhor maneira possível. É essencial minimizar o número de paradas e ter agilidade para solucionar os problemas. Caso contrário, a empresa tende a ter grandes dores de cabeça.

 

Principais causas da parada de produção

Entender o que está ocasionando as paradas de produção é o primeiro passo para solucionar o problema da sua indústria. São vários os possíveis motivos, sendo que alguns tem soluções bem simples.

É essencial estudar como é sua operação, fazer um gemba pela fábrica e monitorar de perto os problemas. Porém, as principais causas geralmente estão relacionadas a:

 

Erro Humano

Normalmente essa falha está relacionada a falta de treinamento, capacitação ou perfil inadequado para operar algum equipamento. É por isso que é importante ter uma gestão próxima e acompanhar a execução das tarefas.

 

Defeitos nos Equipamentos

Toda máquina tem prazos de manutenção e de validade. Certamente ela passará por problemas durante sua vida útil. O grande segredo aqui é estar preparado para saber quando a falha deve acontecer e quais são os procedimentos para repará-la.

 

Problemas de Infraestrutura

A infraestrutura do local também pode ocasionar parada de produção. Seja por uma queda de energia, pela temperatura que foge do controle ou qualquer outro fator externo que sai do padrão.

 

Falhas Processuais

Por fim, o erro pode estar na forma como os processos são executados. De alguma maneira, as tarefas podem estar sendo feitas de maneira errada, prejudicando a integridade das máquinas. O próprio processo de acompanhamento, revisão e conservação das máquinas também precisa ser muito bem organizado para evitar falhas inesperadas.

 

Prejuízos da parada de produção

Mas afinal, as paradas de produção são assim tão ruins? Sim, elas prejudicam diferentes aspectos da operação e causam consequências como:

 

Atraso nas entregas

Se houve uma parada na linha de produção, é certo que o produto irá demorar mais que o previsto para a entrega. Afinal, a interrupção de uma etapa do processo causará a parada nas etapas subsequentes.

Com os atrasos, a confiança do cliente diminui e, consequentemente, a competitividade da empresa no mercado também cai. Ou seja, a empresa perde dinheiro e credibilidade com o atraso.

 

Equipe Ociosa

Enquanto a linha de produção está parada, os colaboradores do chão de fábrica ficam sem ter o que fazer. O trabalho ocioso é um dos principais desperdícios na indústria. Lembre-se que a mão-de-obra é um dos recursos mais valiosos de uma empresa.

Cada minuto que seus colaboradores ficam esperando pela reparação das máquinas representa uma quantidade grande de dinheiro indo pelo ralo.

 

Desperdício de Recursos

Além da própria mão-de-obra, outros recursos importantes da indústria também são desperdiçados. Por exemplo, paradas longas podem deixar a matéria-prima em estoque. Em alguns casos, há inclusive o risco de perder esses materiais.

Os custos fixos como aluguel, energia e luz também entram aqui, afinal, continua-se pagando essas contas, mas a produção está interrompida. Por fim, ainda há o custo para tentar resolver a situação o mais breve possível. E a regra costuma ser clara: quanto mais urgência você precisa, maiores serão os preços.

 

Como evitar e gerenciar a parada de produção?

O primeiro passo para evitar a parada de produção é fazer uma boa gestão de processos. Você precisa ter dados mais precisos sobre o que acontece na sua indústria. Só assim, você conseguirá identificar gargalos com rapidez.

Com a situação da empresa mapeada, é importante criar um plano para gestão da manutenção e saber exatamente o que fazer quando um problema gerar a parada da linha.

 

 Gestão de Manutenção

Realizar a manutenção preventiva é ideal para evitar paradas inesperadas na linha de produção. Se você acompanha de perto a situação de cada maquinário, será possível saber exatamente quando ele precisará de ajustes.

Se for necessário, vale a pena parar a produção de forma consciente para corrigir as falhas. Essas paradas planejadas são mais rápidas, geram menos prejuízos à indústria e, em alguns casos, são inevitáveis.

Até a manutenção corretiva pode ser ideal, desde que isso seja feito de forma planejada e que você tenha uma ideia de quando a máquina apresentará algum problema.

 

Agilidade após parada

Uma vez que o problema aconteceu, não adianta chorar pelo leite derramado! Agora é a hora de ser o mais ágil possível para solucionar a falha. Nesse sentido, vale a pena contar com profissionais preparados para resolver os problemas mais comuns.

É essencial ter rapidez na comunicação com esses profissionais para que as ordens de tarefa sejam entregues quase instantaneamente ao problema.

 

O papel da Novidá para minimizar riscos da parada de produção

A Novidá desenvolveu uma solução de geolocalização indoor que acompanha a movimentação de colaboradores durante suas jornadas produtivas. Por meio de smartphones, sensores e beacons, monitoramos a localização de cada funcionário e as rotas percorridas ao longo do dia.

Esse sistema pode ser essencial para evitar prejuízos com a parada de produção. Primeiramente porque, você consegue medir tempos e movimentos dos colaboradores, o que permite identificar gargalos e visualizar sua operação de mais perto. Assim, você consegue evitar falhas processuais e entender rapidamente se alguma etapa do processo produtivo está com problemas.

Além disso, depois que a falha ocorre, você consegue localizar rapidamente o profissional habilitado mais próximo ao problema. Pelo próprio aplicativo, é possível enviar uma ordem de tarefa e acompanhar quanto tempo ele demora na manutenção.

Foi isso que fizemos na fábrica da FCA, que diminuiu o tempo de resposta entre o defeito e a chegada de um técnico de 15 minutos para 90 segundos. Você pode acessar esse case de sucesso gratuitamente aqui.

 

voltar ao topo