blog

A importância da Gestão de Riscos Trabalhistas

Riscos Trabalhistas

Entender os riscos trabalhistas por trás de um dia a dia corporativo é uma das principais tarefas do setor de gestão e também dos colaboradores envolvidos, com responsabilidade e disciplina. A Consolidação das Leis Trabalhistas ou normalmente chamada de CLT deve ser seguida, visualizando todos os pontos de atenção e cuidado.

Esta legislação promove uma ampla análise entre as partes numa relação de trabalho e existem grandes impactos negativos que são causados pela falta de atenção ou observação no que diz a lei. Além disso, a proteção do trabalhador vai além e passa uma imagem de colaboração e boa gestão, fazendo com que a empresa tenha mais confiança e consequentemente bons índices de produtividade.

Quer saber mais sobre os riscos trabalhistas e os pontos principais de se ter uma boa gestão desta área? Continue acompanhando a nossa publicação e descubra!

O que são os riscos trabalhistas?

Toda empresa, organização ou empreendimento que atua no território nacional deve cumprir a legislação brasileira, se atentando a todos os pontos importantes com o risco de ter duras penalidades. E uma das legislações existentes é a chamada CLT, abreviação de Consolidação das Leis Trabalhistas.

Um ótimo exemplo para entender a importância de se seguir a legislação é criar uma relação com um quadro. A moldura seria a legislação brasileira e o empreendedor tem total autonomia para pintar o quadro que deseja. Este pode usar pincéis, técnicas e até tintas diferentes, mas sob qualquer circunstância não pode pintar fora da moldura.

Ultrapassar os limites da moldura do quadro pode fazer com que a empresa receba duras penas de acordo com o que diz a legislação nacional e a CLT é um dos pontos importantes. Com isso, existe o direito trabalhista que cuida da relação entre a empresa e o empregado, estabelecendo os pontos relevantes da duas partes e descrevendo os seus direitos e deveres.

É um conjunto de regras e normas que o trabalhador e a empresa se propõem a cumprir uma vez que assinam a carteira de trabalho, estabelecendo o início da relação. Este conjunto de Leis teve origem no ano de 1943 e de lá pra cá muita coisa mudou, evoluindo e alterando a CLT – e a sua importância se mantém a mesma, sendo um grande ponto de atenção para qualquer negócio.

A existência dos riscos trabalhistas

Quando uma empresa realiza a correta gestão dos seus processos e procedimentos, formalizando todos os contratos e tendo atenção nesta relação entre as duas partes, tudo corre bem. Entretanto, quanto maior o número de funcionários, processos e setores, fica cada vez mais difícil de realizar um controle efetivo e é aí que o risco trabalhista aumenta.

Um ponto importante é que um risco trabalhista parte de alguma situação ou cenário que não está estipulado pela lei, cabendo algum tipo de reclamação ou denúncia. Tanto o trabalhador quanto a empresa devem estar atentos a situações como:

  • Anotações erradas ou ausência de informações importantes na Carteira de Trabalho;
  • Ausência dos cumprimentos de acordo coletivos;
  • Ausência do cumprimento das férias do empregado;
  • Ausência de horário de descanso ou período de intervalo para alimentação;
  • Ausência do pagamento, gestão e controle de horas extras;
  • Excesso de jornada de trabalho, além do permitido para as horas extras;
  • E qualquer outra situação que desrespeite o vínculo empregatício.

 

Estes são alguns exemplos dos riscos trabalhistas que podem ocorrer numa empresa. Pode até parecer uma coisa habitual, mas o cumprimento de horas extras deve ser algo gerenciado e controlado tanto pelo empregado quanto pelo empregador. E além disso, existem limites para a realização deste tipo de procedimento, tendo atenção inclusive ao cumprimento máximo da jornada de trabalho.

Ou seja, aquele funcionário da manutenção que deve realizar um serviço importante para a retomada do trabalho na linha de produção não pode realizar a tarefa por 20 horas seguidas, por exemplo. Existem sim limites de duração da jornada de trabalho e ainda deve existir a preocupação com o pagamento de adicionais ao trabalho, como o adicional noturno e aos finais de semana.

Como se proteger destes riscos?

As Leis Trabalhistas existem para serem cumpridas e é importante que a empresa possua procedimentos específicos para a proteção à eventuais riscos trabalhistas. Uma ótima forma de se proteger destes riscos é realizar uma gestão efetiva, adotando políticas internas que melhorem a administração dos recursos humanos.

Além de se preocupar em reduzir as reclamações ou situações de risco trabalhista, é importante reduzir também qualquer tipo de impacto financeiro que a empresa possa ter. Isso significa que cada reclamação que a empresa sofre causa um prejuízo devido ao pagamento de multas e as vezes até os custos dos processos.

Para se proteger efetivamente dos riscos trabalhistas, a empresa deve realizar uma gestão que faz parte da governança corporativa se preocupando também na evolução e aplicação da tecnologia. Um cenário que demonstra muito bem essa importância foi a adaptação ao trabalho remoto que algumas empresas realizaram devido à pandemia causada pelo novo coronavírus.

Mesmo que a CLT ainda não contemplasse todos os pontos importante na hora da transição do trabalho presencial para o remoto, algumas empresas se adaptaram e tiveram sucesso nessa transição. Tudo isso devido a uma boa gestão de riscos trabalhistas, que levanta os pontos de regulamentação de forma antecipada e promove uma boa relação com o seu colaborador.

A importância de uma boa gestão de riscos

O estudo do local de trabalho e de possíveis melhorias no ambiente como um todo pode ser uma ótima forma de entender o panorama de riscos e aplicar uma boa gestão. As políticas internas atualizadas de acordo com a legislação e as boas práticas do mercado também pode ser uma forma eficiente de diminuir ou mitigar riscos e perdas.

Existem ainda alguns pontos importantes, como:

  • Realizar um estudo completo dos procedimentos, processos e até da rotina da empresa, além de conhecer as tarefas e serviços que serão executados. Assim, pode-se avaliar quais são mais críticos ou possui uma maior chance de gerar algum tipo de risco trabalhista;
  • Ouvir os colaboradores também é essencial, mantendo um canal aberto de comunicação e realizando pesquisas de satisfação com espaço para sugestões de melhoria e evolução;
  • Manter o corpo gerencial unido e conectado com a direção da empresa, fazendo com que as necessidades identificadas sejam devidamente mitigadas e resolvidas;
  • Ter um setor de Recursos Humanos que entenda das leis e normas trabalhistas, além de entender os demais pontos importantes para potencializar o bem estar dos colaboradores;
  • E por último manter a informação a vista, de forma gráfica e ao alcance de todos incluindo dados sobre os pontos críticos, as metas e até algum tipo de plano de contingência.

 

Os benefícios da prevenção de acidentes para a gestão de riscos trabalhistas

A gestão de riscos trabalhistas tem como principal característica promover ganhos futuros a empresa como por exemplo o aumento da satisfação dos colaboradores. Outro ponto importante é identificar em todo o ambiente de trabalho possíveis pontos críticos, readequando o local para a melhor execução do serviço.

Assim, os gestores e líderes poderão aplicar melhor os procedimentos de segurança e mitigação de risco, oferecendo um ambiente de trabalho com muito mais satisfação. E a redução dos chamados passivos trabalhistas da empresa virá de forma natural, impactando diretamente no aumento da produtividade e do faturamento do negócio.

Como a Novidá pode auxiliar o gestor de riscos trabalhistas?

A Plataforma da Novidá integra a aplicação de alta tecnologia com a internet das coisas e a inteligência artificial para a melhoria contínua do negócio e das operações, aproximando gestores e colaboradores. Tudo isso para permitir uma tomada de decisão muito mais assertiva, promovendo o aumento da produtividade e redução de desperdícios de acordo com a metodologia Lean.

Para a gestão de riscos trabalhistas, fornece a capacidade de enviar alertas de forma automática caso algum colaborador entre em alguma área de risco na empresa. E permite o controle das regras de trabalho com gestão de pausas, índices de risco medidos automaticamente a até o histórico de riscos das operações.

Saiba mais!

A gestão de riscos trabalhistas é um tema totalmente relevante tanto para o empregado quanto para o empregador, permitindo que o ambiente de trabalho seja muito mais seguro e saudável. A plataforma da Novidá pode auxiliar diretamente neste sentido, promovendo a utilização de tecnologia de ponta para um controle muito mais efetivo. 

Continue acompanhando as publicações no nosso blog e fique por dentro de outras dicas sobre como a plataforma da Novidá pode auxiliar na sua gestão!

Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook

Calculadora de Desperdícios

Descubra quantos milhares de reais sua empresa perde com desperdícios.

Cases de Sucesso

Diversas marcas e empresas já se beneficiaram de nossa plataforma. Conheça casos reais que Novidá atuou.

Gostou do conteúdo?

Cadastre-se em nossa newsletter

Siga-nos nas
redes sociais

Veja também

error: Conteúdo protegido!
Queremos ajudar sua empresa

Fale Conosco

Endereço

CUBO – Alameda Vicente Pinzon, 54 – Vila Olimpia
São Paulo / SP / Brasil