x

Queremos ajudar sua empresa

Fale conosco

  • Endereço

    CUBO - Alameda Vicente Pinzon, 54 - Vila Olimpia
    São Paulo / SP / Brasil

Blog

Futuro do Supply Chain: o que está por vir?

Futuro do Supply Chain

Certamente você se lembra da crise de 2008. Embora a economia tenha sido bastante afetada, ela não foi a única. Os problemas financeiros invadiram as indústrias e criaram um ambiente de incertezas com relação aos processos, por isso é fundamental analisar uma das cadeias mais críticas e pensar no que está por vir. Afinal, o que o futuro do Supply Chain tem a oferecer?

Uma pesquisa realizada pela Robert Half mostrou que 76% dos profissionais de supply chain acreditam que a área só tem a crescer, mas ainda assim, em especial no Brasil, a tecnologia começou a engatinhar não faz muito tempo.

Por isso, para sair na frente e bater a concorrência, é preciso ampliar o leque de opções e saber exatamente que passos tomar em busca da inovação. Confira abaixo dicas para se reinventar e entenda o que está por vir no futuro do Supply Chain.

 

1 – Reformule o Supply chain

Para lidar com o novo cenário em que a área se encontra, muitas empresas estão apostando em novas técnicas de reorganização.

O primeiro ponto é imaginar o supply chain como uma rede de abastecimento digital que une não só os fluxos físicos, como também talentos, informações e finanças, para então ter uma visão holística do que a cadeia representa.

Dividir os supply chains tradicionais e criar estruturas menores e mais ágeis também é uma excelente estratégia, pois dessa maneira, essas estruturas estarão bem mais preparadas para gerenciar e agir em altos níveis de complexidade, além de economizar recursos financeiros e melhorar o atendimento aos consumidores.

Para que tudo funcione como o planejado, é essencial saber como fazer essa divisão de categorias, por isso fique atento! Analise não só os termos de custo e distribuição, mas os trade-offs.

Dependendo da estratégia aplicada, você será capaz de até mesmo usar modelos que permitam retardar a produção, ou seja, em vez de prever os pedidos com muita antecedência, será possível produzir em momentos mais próximos da demanda real e reduzir custos.

 

2 – Otimize!

Para que você seja capaz de otimizar os processos industriais e o supply chain de acordo com o que falamos no item anterior, é interessante agrupar seus produtos com base na volatilidade da demanda e no volume total.

Um bom jeito de fazer essa análise, é começar pela volatilidade da demanda do consumidor e seu histórico de volumes de produção, para então comparar os resultados com o custo final nas diferentes regiões.

Esses dados podem inclusive te ajudar a definir os segmentos do supply chain.

 

3 – Internet das Coisas na indústria

Como sempre, nós não poderíamos deixar de falar dela! A maior promessa de tecnologia se encontra dentro do mundo do IoT, e é fundamental estar por dentro de tudo que ele oferece.

Na área do supply chain, é importante que as empresas estejam preparadas para adotar um controle mais rígido na cadeia de processos e se abrir à realidade do estoque zero, além de saberem que será a Internet das Coisas que guiará as atualizações na indústria.

 

4 – Nuvem!

Mais uma tendência aguarda o supply chain do futuro.

Não só a rede comercial poderá ser baseada na nuvem, como também sistemas de armazenamento e gerenciamento de transportes.

Com ela, a comunicação poderá ser estabelecida em tempo real, o que possibilita maior controle dos processos e economia de tempo.

 

5 – Trabalhadores qualificados e robótica

Podem parecer opostos, mas a realidade é que as máquinas e a qualificação do chão de fábrica são essenciais para uma boa gestão em qualquer área, inclusive a do supply chain.

Ter uma equipe bem estruturada é fundamental para enfrentar todos os desafios que estão por vir, portanto, é necessário investir em capacitação, bônus e treinamentos.

 

6 – Mais complexidade

Conforme a indústria e o mercado crescem, maior a demanda fica.

Atualmente, os consumidores buscam cada vez mais produtos voltados às suas necessidades específicas e personalizados para o uso, portanto, é necessário ter em mente que a diversidade é importante.

Por conta disso, é provável que você enfrente maior complexidade na área e tenha que trabalhar mais para atender às exigências mais diferenciadas de clientes.

Esteja preparado para isso!

 

Como a tecnologia pode ajudar o supply chain no futuro

Muitos dos planejamentos de controle ainda dependem de uma ferramenta bem simples: O Excel.

Certamente você já o utilizou ou o utiliza ainda, mas saiba que, apesar de ser intuitiva e conhecida pela maioria dos atuantes na área, ela não oferece a melhor experiência quando comparada a outras tecnologias.

Por isso, procure sistemas ERP que permitam a integração de todo sistema e viabilize ainda mais a nuvem na sua gestão.

Outro tipo de ferramenta interessante para ser pensada é as que realizam cotação online dos produtos e oferecem grande diferencial para ampliar a produtividade e otimizar o tempo de forma inteligente.

Mais uma dica: Não se esqueça do monitoramento. Quando realizado em tempo real, permite maior controle por parte do responsável pelo supply chain e possibilita que decisões estratégicas sejam tomadas a partir de observações holísticas.

Para esse fim, conte com a tecnologia da Novidá! Através de um  sistema de geolocalização indoor e outdoor que une inovação e flexibilidade, é possível ter total controle da planta e da área logística, seja no rastreamento de funcionários, máquinas ou veículos, além de possuir sistema analytics que analisa de forma integrada os dados coletados.

Veja mais!

Como a Novidá se encaixa na sua realidade, e implemente a ferramenta definitiva de supervisão digital de equipes operacionais no seu negócio!

Aplicações nos negócios

Entre em contato!

Quer entender melhor como funciona a solução? Envie uma mensagem e um consultor entrará em contato!

voltar ao topo